Irmão, conta como que é!!

Um maluco do Jonas Brothers vai casar. Não importa qual. Não faz diferença nem pra mim nem pra você, o fato é que um moleque de uma banda de meninos castos vai casar. Casar as in meter o piru pela primeira vez.

Várias meninocas cheias de hímen, especialmente fãs de Jonas Brothers, podem até pensar  “Ai, que sortuda!! Eu daria pra ele até sem anel!

Pois é, pense de novo.

O menino tem 21 anos. Vinte e um. Se você é um cara comum que encontrou o grande amor, pode até pensar em casar com essa idade. Mas se você é um cara de 21 anos cheio de grana numa banda mundialmente famosa onde a base de fãs é em sua maioria composta de adolescentes com os hormônios enlouquecidos e ainda por  cima é um virgem que não pode se masturbar, então cara, não é cedo. Não é cedo demais para SE MATAR.

– Ah, tá bom. Mas a menina deve ter ficado honrada! Ele não só escolheu ela pra casar como escolheu ela pra ser a primeira dele!! ~♥~ (L)’***~~omgsos derramecerebral

Antes de tudo: ESCOLHEU COM ESSE ESFORÇO TODO PORQUE QUIS. Podia ter sido qualquer uma. Uma puta, uma fã, ou até mesmo uma namorada menos importante. Ninguém botou uma arma na sua cabeça mandando vocês três usaram esse anel de castidade. To ligada que criação é foda, rola uma pressão, mas se não fosse pelas pessoas que resolvem mudar essas coisas, estaríamos procriando com nossos irmãos até hoje.

Maluco,  Zach and Cody vão perder a virgindade antes de vocês. E eles devem bater várias punhetas porque são meninos saudáveis. Sinceramente eu acho ASSUSTADORA essa idéia de menino proibido de se masturbar. Não pode fazer bem pra cabeça de uma pessoa. Eu incentivo muito a prática, por favor, sejam normais.

Outra coisa: Se ela pensasse por dois segundos sobre o assunto, nem ficaria honrada. É LÓGICO que o maluco vai casar com a primeira namorada séria que tiver. É a maior chance que ele tem de fazer sexo. E olha bem pra cara da mulher. Ela é um ano mais velha e tem essa cara de safada_latina.wmv

Lógico que já deu.

E ele curte isso. Curte porque senão seria terrível, cara. Eles chegam do casamento, e fica aquela situação constrangedora, porque não são um casal normal, eles estão acostumados a RECUSAR sexo. Aí ia ficar aquela coisa desajeitada, rindo muito como se fosse uma comédia romântica de um casal desajeitado, ninguém sabe por onde começar,aí um conta “um dois três ee…”, aí eventualmente ele bota o pinto pra fora, e ela se incomoda, e ele guarda de novo, aí eles começam a se fazer cosquinha e acabam cansados na cama. Pronto, esse foi o sexo. Aliás, acho que vai ser terrível mesmo ela tendo experiência. Porque ELA vai ter que ficar acalmando ele, falando “Não vai doer”, enteizando tudo pro menino ficar tranquilo, cara, talk about ser desmasculinizado.

Depois da primeira gozada, o cara provavelmente vai ter uma epifania. Vai ver como aquele mundo da Disney era infantil, que anel de castidade é para perdedores, que não é fofo ser um virgem (é só triste), que ele se portava como um homossexual, vai fazer uma tatuagem, pegar o dinheiro que tem e começar a fazer alguma coisa maneira da vida

OOOOU vai só meter muito na esposa até ela partir ao meio. To apostando forte na segunda opção.

DSTs e tráfico de drogas: sucesso total

“Ai quero uma banda”

Tá bom então. Quer ser um rockstar? Então sonha alto mesmo, não vai querer ir pra uma rodinha na praia tocar os hits de um aidético barbudo. Ou que usava uma bandana na cabeça.  Ou que jogue basquete.  Pera, perdi a linha de pensamento aqui.

Se você já tem uma banda, provavelmente já ouviu essa pergunta:

– Como é o som de vocês?

E a resposta segue a mesma:

– Ah, o som da nossa banda é uma coisa muito diferente..  Náo dá pra definir, sabe?

Aí começa a tocar e é a MESMA MERDA que todas as bandas de rock que entraram no top 10 de qualquer site desses aí que vocês jovens acessam. Sabe o que é realmente diferente? Um merengue eletrônico com sons de pedra na água. E mesmo assim é definível. Eu acabei de definir. A vida é cheia dessas, aliás, existe um livro inteiro dedicado a isso.

O negócio de ter uma banda é que você parece bacana. Mais bacana do que realmente é. Você sabe disso, eu sei disso, todo mundo sabe disso, menos aquela fã enlouquecida. Você, cocotinha bacanuda que curte um indie rock, pode até falar:

– Ah mas o Thom Yorke é lindo! Todo mundo acha ele feio mas eu daria bola pra ele mesmo se ele não tivesse banda!

Não. Não daria não. Nem bola, nem nada.

Sem a música, é só um cara estranho, potencialmente pedófilo.

A mandinga toda é que mesmo se você tiver numa banda RUIM e for FEIO, você eventualmente acaba pegando uma mulher por estar na banda. Isso banda famosa, não vale cover de Offspring em sarau do ensino médio (e olha que até esses conseguem se dar melhor que os outros).

Só que nem todo mundo tem banda, mas hoje em dia não é difícil ficar em evidência: Qualquer sujeira é arte, qualquer gostosa é atriz, e qualquer mané é humorista. Náo é por aí. O cara que tem uma banda de sucesso vai sempre, SEMPRE ter uma vantagem. Mas ainda tem muito blogueiro achando que essa vertente funciona no virtual, e não é bem assim. Me acompanha nessa:

Já pegou mulher pra caralho.

  • Na banda, você pode tocar mal, mas ainda tem uns 4 caras fazendo um barulho pra te cobrir. No blog, mesmo que tenham outros escritores nele, o post é só seu. É só a sua merda acontecendo ali (a não ser que você copie gráficos e desenhos dos outros, o que no caso te faz um merda, e portanto até no offline vai ficar difícil)
  • Na banda, você pode ter uma pose. O baixista do Strokes pode ser o maior babaca do mundo e ninguém nunca iria saber. Por quê? Porque ele fica quieto, tocando baixo, meio estranho, paradão, na dele. E sinceramente, ninguém tá nem aí pro que ele pensa sobre a questão do aborto ou do pré-sal.

    Já no blog, além de um zé-ninguém achar que você quer MUITO saber da opinião dele sobre qualquer assunto, fica difícil manter uma pose se ele realmente se dedica ao blog. Em algum momento voce vai mostrar suas verdadeiras cores. Ou você acha que só porque meia dúzia de nicks estranhos comentam no seu blog que você é o máximo? Não, né?

  • Na banda, você pode pegar mulher mesmo sendo um merda. No blog, você pode pegar mulher mesmo sendo um merda. A diferença é que a mulher que te pega só porque você tem um blog provavelmente vai esfaquear seu pescoço no terceiro encontro, enquanto o cara da banda vai receber um belo boquete de uma gostosa que nunca mais vai ver na vida.

    Como buceta no café da manhã.

A lição aqui é achar o amor que existe dentro de voce e entregá-lo a alguém antes que te tirem à força. E acredite, ninguém vai acreditar em você. Por isso, dê uma chance a quem realmente merece. Ele nao tem banda, mas vai entrar no ritmo do seu coração:

Ps.: Marianna Gomes namora um membro da constelação de blogs Interbarney, já teve banda e hoje em dia alimenta 8 filhos em um casebre no Tibet. Ah, e  escreve num blog. Encerro meu caso.

Corta essa merda e prende o choro

Hoje vi Stephany na TV, e ela não queria cortar seu cabelo de 2 metros de comprimento. Disse que é coisa da personalidade dela. Tá bom, entendemos que você é absoluta, mas cara, cortar um pouco ia ficar melhor. Não. Ela não deixou encostarem no cabelo dela. Me explica qualé dessa fixação com cabelo?
       

Mulheres entram NA FACA pra ficarem mais bonitas sem saber se vão sair vivas daquela mesa de cirurgia mas têm medo de cortar cabelo? Pelamor. Coisas piores podem acontecer. Tipo sei lá, manja aquelas manicures que são meio caolhas e tiram um bife do seu dedo? Já pensou que a pessoa anterior tinha Hepatite? Você acha MESMO que elas esterilizam toda vez?
      
– Lógico, a minha manicure, a dona Esme é SUPER higiênica, ela esteriliza tudo e tem o maior cuid..
   
Assim como todo mundo acha que você lava as mãos sempre que vai ao banheiro? 
       

Doin

                       
Sabe, eu já fiz muita merda com o meu cabelo, muita mesmo, porque eu sempre tive em mente três coisas:
 
1- SOU JOVEM
Se tem alguma época da vida pra fazer merda em si mesmo, é agora. Seja piercings ou raspar o cabelo, é agora ou nunca, cara. Tem uma velha muito redonda aqui perto de casa que tem o cabelo rosa, e cara, não é legal. Mas tirando 30 anos e 60 quilos, ela taria pronta pra catar várias doenças numa rave transada dessas aí que vocês curtem.
  
2- CABELO CRESCE
É verdade. Descobriram recentemente que cabelo cresce, cara. Cresce até depois que você morre. Francamente. Não consigo conceber mulher que CHORA por cabelo, se ainda tivesse alguma ligação sanguínea dava até pra entender, mas cara, não. É cabelo, não é seu rim.
  
3- NÃO É CULPA DE NINGUÉM
…porque eu corto meu próprio cabelo. Isso justifica a parte de ter feito merdas. Mas faço isso principalmente para não poder ficar puta com ninguém. Se não ficar legal, é minha culpa, e daí? Eu tenho uma relação comigo mesma de acertos e erros há muitos anos, to bem acostumada. Já um homossexual de 40 anos com uma tesourinha na mão que nunca vi antes, não. E aí depois ainda tem que pagar, e você fica com uma sensação de OTÁRIO escrito em sua testa. Mas se ficar bonito, show. 
   

To só curtindo seu novo visual, gatinha.

     
To ligada, cabelo é importante porque pode melhorar a aparência de uma pessoa tremendamente. Mas as pessoas não reparam nele tanto quanto você. É por isso que os homens não percebem -porque não há muito o que se perceber pra início de conversa! Eu jamais ficaria chateada se meu namorado não percebesse que eu cortei franja, mas ficaria extremamente bolada se ele não reparasse que está faltando um peito em mim porque um ônibus 426 passou em cima dele. A verdade é que todo mundo tem mais ou menos a mesma cara todos os dias, mas só a própria pessoa percebe sutis diferenças. A não ser quando é um dia de festa e tal, que a pessoa dá uma PIMPADA e pronto, business time.
    
E meu último argumento: se você for feia, nem um cabelo maravilhoso resolve. A exemplo de Glória Perez:

Curto mesmo é beleza interior

 

Agora mais essa

Cara, to boladíssima com essa notícia que veio ao meu encontro agora
Acabou a história de tomadinha com cara de boneco.

foto1

Foda-se você

Vão implementar uma nova tomada no mercado. Essa aí de três buracos. Aposto que vai ter muito tiozão por aí falando “De três buracos e bom, só mulher, tomada não!” E vai ser obrigatória, não é como um acessório e tal. Temos até 2011 pra mudar, mas ninguém mais vende as antigas. Se liguem no detalhe: essa nova tomada inovadora e segura, só existe no Brasil. Legal, como se a gente já não tivesse problemas suficientes com aquela história de voltagem.
                    

Sério, isso tudo é para evitar CHOQUES. Tem gente aí tão preocupada com choques? Eles não usam isso para matar pessoas propositalmente mundo afora? Tão preocupados com o que? A última vez que eu levei um choque foi quando eu enfiei uma faca dentro de uma torradeira ligada. Me pergunta se eu enfiei uma faca lá mais uma vez? Tá, enfiei, mas eu desliguei antes. E nem lembro pra quê eu botei, mas fato é que eu aprendi. Se o cara é burro o suficiente para não conseguir tirar uma parada da tomada sem levar um choque, ele MERECEU esse choque. Isso acontecer uma vez vá lá, ninguém morreu, e o cara aprendeu. Mas se ele não aprendeu, que tome choque mesmo. Darwin deu nome pra isso, chama-se seleção natural.
    

foto2

Todos idiotas.

                 
Por outro lado, isso pode ser bom por apenas um motivo: Vai unificar a carinha das tomadas. Não vai ter mais que ter adaptador pra fazer aquela de olho achatadinho caber num soquete com olhos redondos, uma coisa quase que como uma relação entre oriente e ocidente, e eu acho até bonito. Mas vai dar menos trabalho. ASSIM, SÓ EM 2011. Porque tipo, até lá, vamos ter que comprar adaptadores de qualquer forma, e os choques vão continuar existindo para os idiotas que já levavam choques antes, só que agora não vai ser da parede, vai ser de um adaptador. Legal.
          

foto3

"Isso que eu chamo de vertente errada"

Erradíssima, tomadinha.

Caiu uma parada no vaso

Por acaso eu acordei cedo hoje. Resolvi fazer umas coisas pendentes em casa, baixar umas coisas, assistir ao último episódio de House, comer uma coxinha de galinha. Aí estou sentada ha horas aqui pensando “vou tomar um banho” mas sempre aparece um link interessante no twitter. História da minha vida. Então, eis que meu pai enfia a cabeça careca e reluzente dele na porta do meu quarto:
        

– Ei, o encanador está chegando.
– Tá rolando algum problema no banheiro?
– Tá, quase que transborda merda anteontem.
– Ah. Mas ele tá vindo AGORA?
– Tá subindo.
– Puxa, logo na hora que eu ia tomar banho.
               
Daí entra o meu desespero. Porque pode parecer que não, mas eu realmente quero tomar aquele banho. Tá calor, sabe? E agora não posso sair do meu quarto porque tem um maluco desconhecido na casa, e isso me assusta profundamente.
          
Não sei por que. Nem posso falar por todas as mulheres, nem por algumas, não tenho muitas amizades femininas, mas cara, esse papo de trabalhador braçal dentro de casa me assusta. Porque mesmo quando você é uma pequena menina, uma criança, e você sei lá, passa pela cozinha quando o cara tá consertando a geladeira, você sente que ele olhou pra você. E não é como se fosse um encanador como o Mario que tivesse olhado pra você. É um maluco gigante e suado, e isso é muito assustador. Esse cara não pega estrelinhas nem monta em uma tartaruga. Vocês fazem piada com o Pedobear agora, mas cara, é mó neurose.
           

Te desentupo toda.

Te desentupo toda.

Então que isso tudo desencadeia uma coisa maluca em mim. Pelo fato de eu não poder sair do quarto, instantaneamente eu fico com SEDE. Cara, eu to com uma sede que eu sei que eu não estaria se eu pudesse andar livremente pela casa. Aí tá me dando vontade de ver televisão, que só acontece na sala. Não posso. Por causa de um maluco encanador, meu quarto virou uma prisão. E normalmente eu não saio daqui por nada.
                    

E pra não parecer que é preconceito com a classe trabalhadora desse meu Brasil maravilhoso, te digo mais: acontece com qualquer ser desconhecido. Até de for uma tia distante. Não fico confortável, cara. É totalmente um lado animal, sabe? Aquele papo de invasão do habitat e tal. Essas coisas acontecem de verdade, nego se acha muito mais evoluído do  que um macaco tacando banana na cabeça do Kramer no zoológico, mas se eu pudesse eu tacaria uma banana nesse cara aqui.
               

Tá indo pro lado errado, Mario.

Tá indo pro lado errado, Mario.

                         
Aí mané, prefiro que toda a merda transborde do que eu ter que ficar aqui com dor no corpo, sede e vontade de tomar banho. Quando eu morar sozinha e a privada entupir, eu mudo de casa. Ou espero desintegrar.

Domina ISSO

Nunca entendi esses caras da ficção (mais especificamente vilões genéricos) que querem DOMINAR O MUNDO. Não que eu não entenda a vontade deles e tal, mas eu realmente não entendo como isso seria possível. Metas tipo “comer todas as mulheres do mundo” são um pouco complicadas, mas é uma meta objetiva, minimamente viável. 
          
    

          
Você não vê um herói querendo dominar o mundo. Heróis não tem ambições. Eles são tipo mordomos do crime, limpam a sujeira e tal mas não pedem nada em troca. Tipo um trouxa sabe, só que eles têm poderes e tal. Tipo po, o maluco que é super cabeça mas com zero assertividade, você acha que as pessoas o respeitam ou abusam da boa vontade? A vida toda as pessoas abusaram da boa vontade dos outros. Os super-heróis até deixam de pegar certas mulheres para protegê-las. AMIGO, você tem super poderes, você vai estar fazendo um favor ao pegar essa mina, se ela morrer depois QUE PENA.
       

Assim, pessoas cobram por muito menos sabe? LÓGICO que eu pagaria pra sei lá, um maluco sozinho parar um meteoro que está vindo na direção do planeta Terra. Eu curto viver.  Mas se o Batman viesse cobrar uma modesta taxa de apenas 30 reais por mês, menos que um cafezinho por dia, todo mundo ia achar um absurdo. O maluco toma TIROS por você. Pior que eu realmente acho que a reação das pessoas seria essa caso realmente existissem super-heróis, do jeito que as pessoas são idiotas. Mas lógico que isso tudo é totalmente ABSURDO, porque todo mundo sabe que o Batman é herdeiro da Wayne Enterprises e tem dinheiro pra caralho.
           
    
       

Aí vem nego falar “Ah mas o GOOGLE vai dominar o mundo”. Quanta bobagem. Desliga o computador e esse mundo ACABA. Que mania de ficar aumentando tudo, cara. Todo mundo parece que quer achar um gênio do mal em tudo. Idem para aquela merda de ficar falando que desenho de criança tem mensagem subliminar de sexo. CARA, se você tá enxergando pinto em animação infantil, quem tem problema é VOCÊ.
      

Enquanto a Coca-Cola não influir no jeito que eu tomo banho, não é dominação mundial. Ela influi o que eu coloco no meu copo quando eu como pipoca -e olhe lá.

Não vou ter um carro

Eu decidi que nunca vou tirar carteira de motorista. Eu cheguei a me inscrever na auto-escola, num estúpido impulso de uma pessoa que completou 18 anos, mas fui apenas em uma aula de mecânica pra nunca mais. O Detran não deixa mais marcar aulas por telefone. OU SEJA, você tem que ir até a “escola”, ver se tem vaga para aquela aula, e SE TIVER, você fica lá meia hora esperando. Isso todos os dias, ou quase.

Não curto a idéia de ir até um lugar para TALVEZ acontecer algo. Deve ser uma frustração parecida com um cara fazer de tudo pra uma mulher, e no fim da noite ela nem dar um beijo. Sabe, se você vai ter o trabalho de fazer um monte de coisa, que ao menos no fim você chegue no seu objetivo. Eu não vou sair da minha casa na minha adorável bicicleta pra talvez ter aula.

 

Ah, e sabem qual é a cara que as pessoas fazem pra você quando você estaciona uma bicicleta na frente de uma auto-escola e entra? Quantitativamente: fui à auto-escola umas 23 vezes e tive apenas 1 aula. Rendimento de 4,34%.
       

Outra: eu não tenho dinheiro para um carro. Meu pai diz que eu tenho que tirar a carteira MESMO sem ter dinheiro para um carro, porque, de acordo com ele, é sempre bom ter um documento a mais. Amigo, eu tenho CPF, RG, passaporte, carteira de vacinação (que está aguardando ansiosamente uma vacina contra a AIDS), o caralho a quatro e eu mal uso nem a minha identidade, pra que preciso de mais um?

E sabem o que dá para fazer com o dinheiro que eu usaria pra comprar um carro? Nem eu, mas muita coisa. Vamos lá. Pegando um carro popular, um Gol, to vendo aqui que um desses usado custa em média 20 mil. Isso dá umas 9090 viagens de ônibus. Isso é mais ou menos 12 anos de ônibus na cabeça, isso botando que uma pessoa em 350 dias viaja duas vezes por dia. Tá vendo que eu to chutando pra cima. Isso sem falar que 20 mil é o preço pra COMPRAR o carro, ainda tem a merda de ficar botando gasolina, pagar IPVA (não faço ideia do que significa, mas é imposto, tem que pagar, então é ruim), consertar eventuais batidinhas, e ainda tem aquele lance de MULTAS. Sabe, mais uma preocupação que amigo, eu não to precisando.
            


                                      

E não me comece sobre VAGAS. Andar de carro é como andar com um elefante de estimação. Porque de ônibus você vai, ele te deixa razoavelmente perto de onde você deseja ir, e o ônibus VAI EMBORA. Já o carro não, ele quer você de volta, ele vai te esperar do lado de fora. Sai 20 minutos antes de casa, pega um ônibus, que pelo o menos ele não tem esse apego todo.
          

E finalmente, o que seria do twitter sem as aventuras que o transporte público proporciona? Encerro aqui meu caso.

 


Twitter